Acesso Rápido

JUNTOS SOMOS MAIS!

Novas histórias, novos exemplos

A terceira edição do Painel das Mulheres, lotou o auditório da Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Rondonópolis – Acir, na noite dessa terça-feira, 14. O evento promovido pelo Núcleo das Mulheres Empresárias do projeto Empreender/ACIR trouxe, dessa vez, duas empresárias ligadas ao comércio e uma ao agronegócio.

Ieda Medrado se apresentou acompanhada da família e relatou a trajetória dela desde o início há 30 anos. “A Camila Aviamentos combina comigo desde que eu era jovem, porque sempre gostei da arte de costurar, então ficou mais fácil me identificar com a loja, apesar de na época não entender muito sobre vendas. Para fazer melhor o meu trabalho participei de todos os cursos e palestras que surgiram e acabei me especializando e puxando a família inteira para os negócios”.

Dentro da loja, Ieda acabou por optar por diversificar as atividades e foi fácil envolver todo o tipo de artesanato. “Hoje temos nas duas lojas, no centro e na Vila Operária, os grupos de mulheres que vão para participar dos cursos, em busca de novidades e que enxergam no artesanato uma alternativa. Além de ensinar e aprender com elas, a gente se diverte”, contou Ieda Medrado.

Em uma atividade totalmente diferente, a empresária do agronegócio Norma Gatto, levou a conversa com as mulheres para um lugar dominado, até pouco tempo, pelos homens.

“Na verdade, nunca pensei em botar o pé na terra para trabalhar. Sou filha de agricultor, casei com agricultor e cai na atividade sem querer. A situação veio após a trágica morte do meu marido. Eu não tinha muitas alternativas com os filhos ainda jovens ou eu assumia as fazendas, ou arrendava ou vendia. Acho que optei pelo mais trabalhoso e não me arrependo nem um pouco”, conta Norma, que administra, hoje com a ajuda dos filhos já formados, as fazendas da família.

A empresária do agronegócio enfrentou vários desafios e disse que as dificuldades a fizeram crescer. “Para quem era mãe e dona de casa e repentinamente precisa virar empresária e comandar funcionários dentro de uma atividade até então misteriosa, acabei me dando bem. Isso eu atribuo aos meus funcionários, minha família e alguns amigos, que me ajudaram a entender o agronegócio. Hoje eu não consigo parar e falar em aposentadoria, chega ser um desaforo”.

Outra história que manteve os participantes atentos, foi da Tânia Martins, sócia das Lojas Flamboyan. A paulistana veio para Rondonópolis quando tinha 13 anos de idade e em seguida começou a trabalhar na loja. Três anos depois estava casada com um dos sócios e de funcionária passou a exercer a função de sócia. “Tive de aprender sobre tudo o que cerca os negócios e passei por todos os departamentos na loja. Cresci profissionalmente bem apoiada pelo meu marido, que me mostrou os caminhos para manter a empresa em desenvolvimento. Hoje temos 21 lojas no Estado, de duas que ficamos com a divisão da sociedade ainda em 1990”, conta Tânia.

A empresária, bem-humorada e com os pés no chão, disse ainda que a vida do casal não foi fácil. “Nossos filhos foram criados nos corredores e nos depósitos das lojas, no final da história foi bom porque hoje eles são nossos sucessores e estão mais que familiarizados com os negócios. Quanto a mim, acabei por me dedicar mais ao departamento financeiro, mas acabo passando por todas as lojas e fazendo visitas técnicas. Cuido de tudo e aprendi muito com formação profissional e com meu marido, que foi um grande professor”, finaliza Tânia.

O presidente da Acir, Juarez Orsolin, fez questão de salientar que a cada um dos Paineis de Mulheres Empresárias, as surpresas são muitas. “Vimos aqui hoje, três histórias interessantes. Três mulheres de sucesso e que conciliam trabalho e família. Vimos também que essas empresas estão sendo preparadas para a próxima geração e isso faz a diferença também. Lembrando que as empresas familiares no Brasil são 90% do total e são as que mais geram emprego e renda. É muito bom ver o compromisso e o empenho dessas empresárias na construção da economia de Rondonópolis. Parabéns!"

A consultora do projeto Empreender, Sandra Viana, agradeceu às participantes e ao público, que contribuíram  com ingresso solidário, fraldas geriátricas, que serão entregues ao Lar dos Idosos.

Cláudia Bouviê

Gostou do Contéudo? Compartilhe
Venha para o time ACIR!

TORNE-SE UM ASSOCIADO

SEJA UM ASSOCIADO DA ACIR E FAÇA PARTE DESTE GRUPO DE EMPRESÁRIOS COM ACESSO A DIVERSAS BENEFÍCIOS E SERVIÇOS DIFERENCIADOS.

Contrate por Fone

(66) 3439-8000

Veja Também

Post Relacionados

Solicite um contato agora e

Venha ser Associado

Aproveite os inúmeros benefícios para você e sua empresa!

SEJA UM ASSOCIADO DA ACIR E FAÇA PARTE DESTE GRUPO DE EMPRESÁRIOS COM ACESSO A DIVERSAS BENEFÍCIOS E SERVIÇOS DIFERENCIADOS.